Busca  

A Casa

História

Notícias

Fórum e debates

Imagens

Relatório de atividades da Casa

Desenvolvimento Sustentável

Programas

Projetos

Estatutos e Regulamentos

Banco de Voluntário

Dicas de Sites

Fale Conosco

Como chegar.

Relatório de atividades da Casa

    RELATÓRIO DE ATIVIDADES DO ANO DE 2017


RELATÓRIO DE ATIVIDADES 2017

A) FINALIDADES ESTATUTÁRIAS ( de acordo com o Estatuto):

A.1: A Associação da Casa da Cidadania foi fundada em setembro de 1999.

Os projetos da Casa da Cidadania tiveram inicio com o Comitê da Ação da Cidadania Contra a Fome, a Miséria e pela Vida, campanha idealizada pelo nosso saudoso Herbert de Souza "Betinho", que movimentou a sociedade brasileira em torno de um projeto que chamava a atenção para o caráter perverso de ser um país tão rico, com tantos desperdícios e o povo passando fome. A campanha propunha que se criassem comitês de atuação por todo o país apoiados em cartilhas com propostas das etapas de atuação da campanha. Num primeiro momento o caráter era mesmo emergencial. "Não podemos falar em cidadania quando tantos passam fome". Outras etapas viriam, emprego, saneamento e etc.

Em nossa cidade o movimento teve importante atuação. O "mapa da fome" mostrava 12 mil famílias em Petrópolis, que passavam por situação trágica de risco e de vulnerabilidade social. Surgiram vários comitês, que mobilizaram diversos setores da cidade nas etapas da campanha.

Entendendo ser necessário desenvolver um trabalho mais direcionado à promoção social, esses comitês vieram estruturando a Casa da Cidadania, como espaço de apoio as entidades organizadas e /ou em fase de organização, em vista do trabalho de inclusão, promoção e reinserção social e a promoção das pessoas através da possibilidade de participação em grupos ou entidades organizadas.

.1 - As finalidades principais da associação são:

1- A promoção do individuo através da possibilidade de participação em grupos ou entidades organizadas;

2- A ação conjunta entre as entidades e ou grupos;

3- O apoio a programas e projetos que visem à organização da sociedade e que tenham como objetivo ajudar na construção da justiça social;

4- O incentivo às entidades em grupos no desenvolvimento de trabalhos ligados à Associação;

5- O trabalho com a pastoral social em sintonia com o Plano da Diocese de Petrópolis haja vista o vínculo estatutário com a Paróquia do Sagrado Coração de Jesus;

6-O Direito de toda pessoa a liberdade de pensamento, consciência e religião, ou crença e o direito de manifestá-la pelo ensino, pela prática, pelo culto e pela observância, isolada ou coletivamente, em público ou particular;

7- A formação de lideranças na perspectiva do empreendedorismo social e do bem comum a partir das necessidades da comunidade;

8- Fomento a preservação do meio ambiente com vista a uma melhor qualidade de vida, através do desenvolvimento sustentável;

9- Fomentar a participação cidadã.

A.2: Entidades ou Organização de Assistência Social: ( isolada ou cumulativamente) ( X ) De Atendimento

Promover atendimento de famílias e indivíduos: homens, mulheres e em especial a juventude.

( X ) De Assessoramento - vide anexo, que segue em página 6.

*Assessoramento político, técnico, administrativo e financeiro;

*Formação político cidadã de grupos populares, nela incluindo capacitação de conselheiros/as e lideranças populares.

*Estímulo ao desenvolvimento integral sustentável das comunidades, cadeias organizativas, redes de empreendimentos e à geração de renda.

( ) De Defesa e Garantia de Direitos - vide anexo que segue em página 6.

B) OBJETIVOS:

B.1. Objetivo Geral

Desenvolver atividades que possibilitem a família, o homem e a mulher e a juventude e a produzir novas formas de estar no mundo: a promoção de sua autoestima e do seu protagonismo, o fortalecimento dos vínculos afetivos da convivência familiar e comunitária, cooperação, solidariedade, participação cidadã. Prevenção de riscos dos que vivem em situação de fragilidade decorrentes da pobreza, ausência de renda e de serviços públicos. Reunião de esforços para o desenvolvimento de ações voltadas a para a promoção da integração ao mercado de trabalho, no campo da assistência social, numa perspectiva do empreendedorismo social e práticas direcionadas para a geração de trabalho e renda.

B.2. Objetivos Específicos

I. Apoiar as entidades organizadas e/ou em fase de organização, que tenham por objetivo o trabalho de inclusão, promoção e reinserção social;

II. Fortalecer grupos e entidades que tenham por objetivo o combate a quaisquer tipos de discriminação e/ou a reinserção e integração social;

III. Transformar a sociedade, rumo à justiça social;

IV. Promover atividades culturais educativas, esportivas e recreativas;

V. Participar, junto com outras Associações, de atividades que visem interesses comuns, inclusive filiando-se a outras entidades congêneres, a nível nacional e internacional, sem perder sua individualidade e poder de decisão.

C) ORIGEM DOS RECURSOS :

Saldo de 2016: R$ 1.282,57

Recurso Municipal - SAS: R$ 55.279,08

Doações: R$ 3.263,50

Outras Receitas R$ 4.652,41

Total R$ 64.477,56

D) INFRAESTRUTURA - FÍSICA:

RECURSOS QUANTIDADE

Sala exclusiva de administração 01

Sala exclusiva para coordenadores

Sala exclusiva para equipe técnica 01

Salas para atendimento em grupo 01

Salas para atendimento individualizado 01

Recepção 01

Banheiros 05

Copa/cozinha 01

Biblioteca

Brinquedoteca

Jardim/ parque/Pátio

Almoxarifado

Quadra de esporte

Quartos coletivos

Quartos individuais

Refeitório 01

Enfermaria

Lavanderia

Espaço para animais de estimação

Sala de repouso

Televisão 01

Telefone 01

Mobiliários( armários, cadeiras, mesas, e outros) 60

Veículos para transporte de usuários e equipe.

Computadores 07

Datashow

DVD- vídeo cassete

Equipamento de som

Armários para guarda de pertences da equipe

Brinquedos e materiais pedagógicos e cultural

Filmadora

Fogão 01

Geladeira/freezer 01

Impressora 01

Maquina Copiadora

Máquina de lavar roupa

Maquina fotográfica

Materiais esportivos

Micro-ondas

Acervo bibliográfico 01

Sala de informática 01

Outras Salas 03

E) IDENTIFICAÇÃO da atividade: De Assessoramento

( x ) Serviços ( ) Programas ( ) Projetos ( ) Benefícios socioassistenciais

Apoiar Grupos e entidades organizadas e/ou em fase de organização.

1. Associação Oficina de Jesus: (Dependência Química) - Atendimento Diário

2. Grupo Esperantista de Petrópolis: (Cidadania).

3. Associação Petropolitana dos Deficientes Físicos - APDEF (Pessoas com Deficiência)

4. Associação de Pais e Amigos e Deficientes Visuais (Pessoas com Deficiência)

5. Instituto Emanoel: (Pessoas com Deficiência)

6. Associação "Neilarte" (Inclusão produtiva / Geração de Renda no âmbito da Assistência Social)

7. Instituto Philippe Guédon Pró Gestão Participativa (IPGPar): (Empreendedorismo Social / Geração de Renda no âmbito da Assistência Social)

8. Associação Atitude Artesanal: (empreendedorismo social/geração de renda)

9.Movimento Negro Unificado: (Grupo de Minorias Sociais/Cidadania)

10. Rede de Proteção Social - Pop Rua: (Mobilização Social)

E.1. PÚBLICO ALVO: Identificação do público atendido, conforme gênero e faixa etária:

Homens e Mulheres - Adultos.

E.1.1.ESPECIFICIDADES / Resumo do serviço, programa, projeto e/ou benefício socioassistencial:

Cessão de Espaço físico e infraestrutura para realização de reuniões, encontros de formação, cursos e outras atividades a grupos, entidades e órgãos públicos com o objetivo de fortalecer a organização popular, a participação cidadã e o fortalecimento dos vínculos familiares e comunitários:

Pessoas com Deficiência: 03 Grupos e/ou entidades afins; Inclusão Produtiva, geração de renda no âmbito da assistência social:- 03 grupos e entidades afins; Grupo de minorias: 01 grupo/ entidades; Grupos de ajuda a dependentes químicos - 01 entidade; Mobilização

Social : 01 Grupo. Cidadania : 01 grupo/entidade.

E.2. NUMERO DE ATENDIMENTOS REALIZADOS: Por especificidades assinaladas por atividades). 624 atendimentos

E) IDENTIFICAÇÃO da atividade: De Assessoramento

( x ) Serviços ( ) Programas ( ) Projetos ( ) Benefícios socioassistenciais

Articulação em Rede

E.1. PÚBLICO ALVO: Identificação do público atendido, conforme gênero e faixa etária: Masculino e Feminino - Adulto.

E.1.1.ESPECIFICIDADES / Resumo do serviço, programa, projeto e/ou benefício socioassistencial:

Fortalecer ações de cidadania e os espaços de formação e de controle social.

E.2. NUMERO DE ATENDIMENTOS REALIZADOS: Por especificidades assinaladas por atividades).

Participação coletiva em colegiado do CMAS e Rede de Proteção Social.

E) IDENTIFICAÇÃO da atividade: De Atendimento.

( ) Serviços ( ) Programas ( x ) Projetos ( ) Benefícios socioassistenciais

Projeto Juventude e Cidadania - Fortalecimento de vínculos

E.1. PÚBLICO ALVO: Identificação do público atendido, conforme gênero e faixa etária:

Masculino e Feminino, 15 a 29 anos.

E.1.1.ESPECIFICIDADES / Resumo do serviço, programa, projeto e/ou benefício socioassistencial:

Aula de informática / Inclusão Digital (duas vezes por semana)

E.2. NUMERO DE ATENDIMENTOS REALIZADOS: Por especificidades assinaladas por atividades).

12 atendimentos - mês.

E) IDENTIFICAÇÃO da atividade: De Atendimento

( x ) Serviços ( ) Programas ( ) Projetos ( ) Benefícios socioassistenciais

Promover Atendimento de famílias e Individuos.

E.1. PÚBLICO ALVO: Identificação do público atendido, conforme gênero e faixa etária:

Masculino e feminino, adultos.

E.1.1.ESPECIFICIDADES / Resumo do serviço, programa, projeto e/ou benefício socioassistencial:

Atendimento População em Situação de Rua e da Proteção Social Básica, abordagem, triagem, informações, acompanhamento e encaminhamento aos equipamentos públicos quando necessários.

E.2. NUMERO DE ATENDIMENTOS REALIZADOS: Por especificidades assinaladas por atividades). 194

E.3. RECURSO FINANCEIRO UTILIZADO:

Geral da Entidade (Todos os serviços e Projetos).

DESPESAS

1. Despesas c/ Água.......................................................................... 883,96

2. Despesas c/ Telefone...................................................................... 2.733,37

3. Despesas c/ Luz........................................................................... 2.397,74

4. Despesas c/ Segurança..................................................................... 1.413,57

5. Despesas c/ Contabilidade................................................................. 12.350,00

6. Despesas c/ Manut. de Projetos de Formação Sócio Educativos 15.748,48

7. Despesas c/ Vale Transporte e Passagens................................................... 829,80

8. Despesas c/ Salários...................................................................... 4.033,54

9. Despesas c/ FGTS......................................................................... 400,86

10. Despesas de INSS.......................................................................... 8.094,51

11. Despesas de PIS sob Folha................................................................. 25,70

12. Despesas c/ Manutenção das Instalações.................................................... 795,01

13. Despesas c/ Estagiários................................................................... 320,00

14. Despesas c/ Encargos Rescisórios.......................................................... 10.021,83

15. Despesas c/ Manutenção de Equipamentos.................................................... 1.400,00

16. Outras Despesas Diversas.................................................................. 800,45

17. IPTU...................................................................................... 653,26

18. Despesas c/ Registros Cartoriais.......................................................... 319,86

19. Material de Secretaria.................................................................... 165,40

20. Despesas Bancárias........................................................................ 440,85

21. IRRF...................................................................................... 63,45

22. Despesas c/ Certificação Digital.......................................................... 255,00

TOTAL DE DESPESAS.............................................................................. 64.146,64

SALDO DISPONÍVEL PARA 2018:

1. Caixa..................................................................................... 330,52

2. Caixa Econômica .......................................................................... 0,40

Total.......................................................................................... 330,92

TOTAL DE RECURSOS.............................................................................. 64.477,56

E.4: RECURSOS HUMANOS ENVOLVIDOS:

Geral da Entidade

( x ) Administrativo

( ) Advogado

( x ) Assistente Social (voluntário)

( x ) Contador

( ) Educador social

( x ) Pedagogo

( ) Psicólogo

( x ) outros: especificar___________________________________________________ Monitor do curso de Inclusão digital. Acompanhamento técnico de monitoramento das atividades pela diretoria.

E.5) ABRANGÊNCIA TERRITORIAL

Primeiro distrito.

E.6) DEMONSTRAÇÃO DA FORMA COMO A ENTIDADE OU ORGANIZAÇÃO DE ASSISTÊNCIA SOCIAL FOMENTOU INCENTIVOU, QUALIFICOU A PARTICIPAÇÃO DOS USUÁRIOS E/OU ESTRATÉGIAS UTILIZADAS EM TODAS AS ETAPAS DE SUAS ATIVIDADES, MONITORAMENTO E AVALIAÇÃO.

a) Através do processo de avaliação das informações dos usuários, pelo seu grau de satisfação e de suas observações quanto à possibilidade de melhorias dos serviços.

b) Reuniões da equipe envolvida no processo com a diretoria da Associação da Casa da Cidadania, no tocante a avaliação das Metas Quantitativas e das Metas Qualitativas: Metas Quantitativas: Através de relação ao número de pessoas atendidas; Metas Qualitativas: Através dos aspectos relevantes de controle, comunicação e melhoria. Padrões de eficiência (Produtividade), Padrão de eficácia (Qualidade): medidas de satisfação dos usuários e as características do serviço. Padrões de Efetividade (impacto): consequências dos serviços.

*Outras informações da entidade:

CONCLUSÃO:

O desafio da Associação da casa da Cidadania é de prosseguir no desenvolvimento das ações planejadas, com um constante processo de avaliação na execução de suas atividades. Os resultados não são imediatos, sendo necessário permanecer no exercício de reflexão e avaliação sobre os métodos, processos e técnicas empregadas, em busca da melhor qualidade dos serviços prestados, o fortalecimento dos trabalhos em rede com as entidades e grupos, que consequentemente proporcionará uma melhor qualidade de vida para as famílias e pessoas atendidas.

Petrópolis (RJ), 25 de abril de 2018.


Aparecida Barbosa da silva

Presidente

ANEXO

*Assessoramento político, técnico, administrativo e financeiro; *Sistematização e disseminação de projetos inovadores de inclusão cidadã, que possam apresentar soluções alternativas para enfrentamento da pobreza, a serem incorporadas nas políticas públicas. *Estímulo ao desenvolvimento integral sustentável das comunidades, cadeias organizativas, redes de empreendimentos e à geração de renda. *Produção e socialização de estudos e pesquisas que ampliem o conhecimento da sociedade sobre os seus direitos de cidadania e da política de assistência social, bem como dos gestores públicos, trabalhadores e entidades com atuação preponderante ou não na assistência social subsidiando-os na formulação, a implementação e avaliação da política de assistência social. *Promoção da defesa de direitos já estabelecidos através de distintas formas de ação e reivindicação na esfera política e no contexto da sociedade, inclusive por meio da articulação com órgãos públicos e privados de defesa de direitos. *Reivindicação da construção de novos direitos fundados em novos conhecimentos e padrões de atuação reconhecidos nacional e internacionalmente. *Formação político cidadã de grupos populares, nela incluindo capacitação de conselheiros/as e lideranças populares. *Desenvolvimento de ações de monitoramento e controle popular sobre o alcance de direitos socioassistenciais e a existência de suas violações, tornando públicas as diferentes formas em que se expressam e requerendo do poder público: serviços, programas e projetos de assistência social. * Atividades regulamentadas pela resolução CNAS n° 33/2011 e nº 34/2011


Outros textos desta seção
RELATÓRIO DE ATIVIDADES - DEZEMBRO DE 2015
RELATÓRIO DE ATIVIDADES - JANEIRO DE 2016